O curso não é voltado a especialistas: é destinado a todos os que admiram e apreciam a música no dia a dia, em seus diferentes estilos e formas, e busca treinar o ouvido e as ideias para acolher essa experiência de maneira cada vez mais profunda e prazerosa.

Também não é apenas um curso de história da arte; é um curso de apreciação musical, que preza pela percepção da música.
Ele traça o processo da música ocidental desde as origens da notação nos cantos religiosos até as mais recentes tendências do século 21, passando pelos principais compositores do renascimento, barroco, classicismo, romantismo e da música do século 20, entre eles, Bach, Mozart, Beethoven, Debussy, Mahler e Stravinsky. 

Por isso, tudo é feito a partir da escuta das próprias obras, explicando de forma clara e prazerosa detalhes sobre as formas musicais, orquestração, ritmo, harmonia e melodia (disponibilizo links e playlists com os principais exemplos sonoros em gravações de referência).

O curso percorre todo a trajetória da música ocidental, partindo das origens da notação nos cantos religiosos até as mais recentes tendências do século 21, passando pelos principais compositores do Renascimento, Barroco, Classicismo, Romantismo e da música do século 20,

Paralelamente, o curso será também uma verdadeira viagem a cidades como Paris, Roma, Londres, Milão, Nova York, Leipzig, suas igrejas, seus teatros e suas orquestras. Pontes com a filosofia e com outras artes serão também bem-vindas ao longo do processo.

 
 

O que dizem os alunos:

"Para quem é apreciador de boa música, é imperdível"

- Luiz F. Hornstein
"Maravilhosa incursão pelo mundo da música ocidental; roteiro criterioso, traçado a partir da ampla experiência didática e sólida formação musical de Sidney Molina. "

- Ines Loureiro 
"O curso conseguiu algo raro no ensino: criar uma pedagogia aberta e inclusiva sem abrir mão da profundidade das discussões conduzidas pela turma. Leigos, músicos iniciantes e experientes ou apenas amantes da música clássica, recomendo a todos o curso do professor Sidney Molina."

- André Sanchez
"Fornece um amplo panorama da história da musica, passando por todos os compositores importantes, e apresenta muitas novidades. Tudo isso de maneira muito simpática e atenciosa, sem mencionar as ilustrações musicais executadas na hora pelo professor para o encantamento geral ."

- Christine Fonseca
Formato: 

Online, através da plataforma Zoom, ao vivo, com interação em tempo real. O link será enviado por email após a confirmação da inscrição. 

Programação: 
 
São 31 encontros, totalizando 6 módulos.
Em 2021, o curso começa em 06 de março
e termina em 11 de dezembro. 

1. Idade Média e Renascença (06/03 a 10/04):
  • Como escutar música? Níveis de uma obra musical
  • Milão e Roma: canto ambrosiano e canto gregoriano
  • Notre-Dame e a Escola Flamenga:
    Léonin, Machaut e Josquin
  • Polifonia: Roma, Veneza, Nápoles
  • De Florença a Mântua: 
    Monteverdi e a melodia acompanhada
2. Barroco (17/04 a 15/05):
  • A suíte barroca. Bach em Leipzig: cantatas e paixões
  • Bach em Weimar e Köthen:
    passacaglia, concerto, prelúdio e fuga
  • Handel, Rameau, Pergolesi, Gluck: a ópera barroco-clássica
  • A música instrumental entre Londres e Veneza: Vivaldi
3. Classicismo (22/05 a 26/06):
  • Viena de Haydn e Mozart: a forma sonata
  • O movimento lento: tema variado e forma canção
  • Minueto, Scherzo e Rondó: os movimentos finais
  • Haydn em Londres e o jovem Beethoven
  • A Sinfonia Eroica
  • Beethoven: fase final
 

 


4. Romantismo (07/08 a 11/09)
  • Mendelssohn, Schumann na cidade de Bach
  • Liszt, Chopin e as formas do romantismo
  • Wagner: drama musical e harmonia
  • Brahms e o tempo da forma
  • Milão: Verdi, Puccini e seus precursores
  • Escolas Nacionais: Rússia, Boêmia, Escandinávia e Espanha

5. Impressionismo e Modernismo (18/09 a 9/10)
  • Paris: Debussy e Stravinsky
  • Villa-Lobos e o modernismo brasileiro
  • Viena: Mahler e Schoenberg
  • Serialismos de Webern a Boulez

6. Música Contemporânea (16/10 a 11/12)
  • Música concreta e música eletrônica: Paris e Colônia
  • Jazz: swing, bebop e free
  • Natureza e transcendência em Bartók e Stockhausen
  • Nova York e Los Angeles: Berio, música aleatória e minimalismo
  • Beatles: música de montagem e espacialização no pop
  • A música clássica no século 21
 

Investimento:
10x de R$ 300,00

Pagamento através de transferência bancária:
solicite o envio dos dados através do formulário abaixo
Dúvidas?
Entre em contato através de:
c.musica.historia@gmail.com

Redes sociais: